TRANSCENDÊNCIA COTIDIANA
  KIKO VENENO

Este é o álbum de 1995 que contem a canção "La Casa Cuartel". Vale a pena!!! 



Escrito por Alan Carvalho às 02h04
[] [envie esta mensagem] []


 
  LA CASA CUARTEL

LA CASA CUARTEL

 

  Tiene dos entradas para el estreno esta noche en el teatro nacional

ponen una obra una que a Federico no le dejaron estrenar

ve tu que puedes

no te pierdas la oportunidad

yo tengo guardia esta noche

deja los niños con tu mamá

 

  Ella vuelve pronta y sola

no sabe o qué hacer sin él

él no sabe que hacer con su cuerpo

viven en una casa cuartel

 

  Cerca de rosas

donde primero alumbra el sol

el faro se muere de frío

Dalí le daba conversación

hoy he visto a Lorquita

hoy he visto en la playa

una espina de um pez rosado

y una cuerda rota

ay se tú pudieras ver sus hilos dorados

 

  y sólo quiere irse muy lejos

cogerla de la mano y salir corriendo                   KIKO VENENO

 

Com esta canção eu volto no tempo. Vejo pessoas, lugares, cenas...

Me encanto!!! Me encho de saudade, se é que saudade pode encher algo.

Escrevo, escuto, lembro, sinto, vivo, vou e volto.

 

y solo quiere irse muy lejos cojerla de la mano y salir corriendo 



Escrito por Alan Carvalho às 01h47
[] [envie esta mensagem] []


 
  MOMENTOS DE MATURIDADE

 

Pequenos momentos de maturidade...

Quem mora sozinho sabe como são grandes as embalagens dos alimentos, isso, junto com o prazo de validade praticamente nos obriga a procurar produtos menores e ir ao mercado mais vezes por mês.

Quando eu era criança, me lembro das nossas compras do mês. Que delícia! Isso significava que pelo menos por 15 dias haveria guloseimas em casa. Balas, chicletes, bolachas, iogurtes, chocolates e todo tipo de delícias disponíveis.

Depois de adulto morando solo algumas coisas mudaram.

Descobrimos que papel higiênico não nasce no banheiro, toalha molhada deixada na cama, molha a cama e não seca a toalha, roupas e calçados não vão sozinhas pro armário...

Quanto ao mercado, algumas mudanças são mais imediatas, produtos de limpeza passam a ter outra prioridade e a pesquisa de preços fica mais importante. Mas é na alimentação que sentimos a maior diferença.

No princípio a cesta continua com chocolates, bolos, iogurtes e toda sorte de alimentos prontos e fáceis. Mas quando na cesta passam a ser maioria os legumes, as frutas, e alimentos para cozinhar, aí sim percebemos... pelo menos por breves momentos, que estamos ficando mais maduros!

 



Escrito por Alan Carvalho às 12h31
[] [envie esta mensagem] []


 
  GNOTHI SEAUTON

 

Tanta coisa já me aconteceu nestes curtos 36 anos que nem me lembro mais...

Mudei e continuarei mudando.

Quase imperceptivelmente dia após dia, coisas que acreditava, desejava, sonhava, temia, pensava, queria, hoje não são nem lembranças. Outras são completamente antagônicas.

Olhando um pouco pro passado, vejo quanta coisa teria mudado se tivesse a oportunidade.

O mais engraçado é que estas decisões, desejos,... em algum momento faziam sentido e eram exatamente o que eu queria mas pensando um pouco a que “eu” me refiro?

Quem fui me parece tão diferente de quem sou que quase não me reconheço e sei que ainda não sou como gostaria de ser, não faço tudo o que gostaria de fazer, mas sei que estou caminhando para isso. Não vou parar.

Minha mudança em alguns aspectos é tão oposta que chega a ser engraçada. Se tivéssemos uma forma de viajar no tempo, e eu pudesse me encontrar no passado, talvez eu nem fosse amigo de mim mesmo, é mole?

Pena que alguns registros fiquem na memória de algumas pessoas, que pensam que ainda somos os mesmos. Neste caso, elas teimam em nos ver como fomos e não como poderemos ser.

Eu mesmo tenho na memória amigos que foram muito significativos para mim, mas sei que, mesmo vivos, essas pessoas hoje são tão diferentes do que eram que nem existem mais.

Como gostaria de conhecer de novo meus velhos amigos, mas acima de tudo:

Como gostaria de conhecer a mim mesmo!

Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo.

 



Escrito por Alan Carvalho às 02h13
[] [envie esta mensagem] []


 
  VIRTUDES

 

Calças, calçados, camisas, camisetas, cachecóis, óculos, bonés, tênis. Tudo isso posso comprar em lojas específicas, de departamentos ou shoppings, no centro da cidade ou nos bairros, originais ou falsos, baratos ou caros.

Só precisamos ter dinheiro, cheque ou cartão, escolher o produto, a cor, o tamanho e pronto.

Quem dera se tudo fosse assim. Se pudéssemos comprar realmente tudo que precisássemos em lojas.

Nem tudo o que precisamos é material. Que bom seria se pudéssemos simplesmente entrar em um shopping e comprar virtudes: coragem, cortesia, discernimento, alegria, tolerância, paciência, disciplina. Mas como medir, pesar, escolher, carregar, usar, dosar, guardar e conservar tais coisas?

Alguns sabem tão bem combinar peças de roupas, ou acessórios, pena que nem sempre saibam usar sensibilidade uns com os outros.

Tomo por mim. Se eu tivesse hoje uma boa soma de dinheiro em mãos poderia facilmente reformar meu guarda-roupas, mas a mesma quantia talvez não pudesse me fazer uma pessoa melhor. Quiçá pudesse me dar um poço mais de segurança.

Não que seja este texto uma apologia a pobreza, aliás, muito pelo contrário, que ele seja compreendido como uma apologia à busca de virtudes e que com elas possamos viver em abundância de saúde e prosperidade.

Que tenhamos a cada dia mais virtudes e sejamos todos mais saudáveis e prósperos!!!

 



Escrito por Alan Carvalho às 03h01
[] [envie esta mensagem] []


 
  O QUE É FRINGE?



Escrito por Alan Carvalho às 02h20
[] [envie esta mensagem] []


 
  ALGUÉM TEM TEMPO?

Não tenho tempo. É curioso como escuto sempre esta frase.

Sabemos que ela não pode ser levada ao pé da letra, pois ninguém pode possuir o tempo.

Ninguém pode ter o que passa. A areia que escorre por entre os dedos, o ponteiro que gira por sobre os números, a sombra que muda de lugar. Nada disso é o tempo.

Só o que temos é uma forma de medi-lo, de calculá-lo, mas jamais poderíamos possuí-lo.

Quem de nós pode guardar um só segundo que seja para ser usado mais tarde? Quem pode economizar tempo para ser gasto depois?

Se não podemos pegar não podemos ter.

Nós humanos podemos medir posses. Uns podem ter mais dinheiro do que outros, ou mais informação, ou mais propriedades, ou o que for, mas ninguém pode ter mais tempo do que ninguém.

Todos nós temos exatamente 60 minutos por hora, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 12 meses por ano... O que fazemos com este tempo é uma decisão nossa, mas todos temos exatamente o mesmo tempo. O presente!

Eu sei que a próxima frase é óbvia mas não por isso menos verdadeira: O passado já foi portanto não existe mais, o futuro ainda não chegou portanto não existe ainda, ou seja, só existe o presente.

Use o seu presente com lhe convier, ele é só e exclusivamente seu.

Podemos e até devemos compartilhar nosso presente uns com os outros.

“Vai sempre ter alguém, com mais dinheiro, mais respeito, mais ou menos tudo que se pode ter...” (Herbert Viana) Mas jamais alguém poderá ter mais tempo que você!

Obrigado por passarmos este tempo juntos!



Escrito por Alan Carvalho às 02h52
[] [envie esta mensagem] []


 
  INTERVALO

 

Preocupações, medos, anseios, desejos, esperanças, sonhos. Tudo isso e muito mais me ocorre no exato momento em que escrevo este texto. Sou capaz de apostar que quem o lê também suas considerações, cotidianas ou transcendentes, físicas ou metafísicas, reais ou imaginárias, urgentes ou não.

Mas paramos. No meio disso tudo, preciso organizar meu pensamento e, de forma lógica, coordenar meu raciocínio para que cada letra, cada palavra tenha um significado para você que está lendo, e que, assim como eu, parou.

Parou para buscar algo: uma conexão, alento, distração, bom humor, ou sei lá o quê.

O mais importante é que paramos. Mesmo que momentaneamente, tive parar de me preocupar para escrever e você teve que parar para ler.

Celebremos! A vida necessita de pausas. Pausas para um café, um bate-papo, um texto, ou qualquer coisa.

Na meditação, observamos os pensamentos, mas sabemos que o mais importante está na pausa entre eles, quanto maior a pausa, mais profunda a meditação.

Independentemente do motivo pelo qual você está aqui, espero sinceramente que você encontre o que procura. Talvez não seja no que estou escrevendo, mas talvez seja nos espaços   entre     as      palavras     e         e n t r e       a  s      l  e  t  r  a   s.

S        e         j           a                           f             e              l               i               z               !!!       

 



Escrito por Alan Carvalho às 02h33
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, JABAQUARA, Homem
MSN - poeticamente@hotmail.com


HISTÓRICO



    OUTROS SITES
     NÓS EM UM
     COMUNIDADE NÓS EM UM
     TURMA PÉ NO CHÃO
     Flickr do VUM
     flickr da Mel
     VENHA COM SAPATOS CONFORTÁVEIS
     BLOG DA VANIA DO BUDISMO
     DEIXA EU PENSAR
     BOL - E-mail grátis
     UOL - O melhor conteúdo
     Cada lugar na sua coisa
     QUEM ENTENDE???
     MY SPACE NÓS EM UM
     Mais Uma Chance de Escrever Corretamente
     BLOG DO CAIO DECIDA SER FELIZ
     KITUPIRAS
     MORFFEU
     curso de teatro para atores e não atores


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!